Yelp vai rotular estabelecimentos como racistas com base em reviews e reportagens

A Yelp confirmou que vai rotular estabelecimentos comerciais como bares e restaurantes como ‘racistas’ com base em reviews de usuários e reportagens “de veículos confiáveis”; decisão pode levar empresas a linchamento público injusto.

“Enquanto a nação avalia as questões de racismo sistêmico, vimos nos últimos meses que há uma necessidade clara de alertar os consumidores sobre as empresas associadas a ações flagrantes e racistas para ajudar as pessoas a tomar decisões de gastos mais informadas”, disse a empresa baseada em São Francisco, em um comunicado na quinta-feira.

A empresa disse que o alerta exigirá uma reportagem de um “meio de comunicação confiável”. Um link para o artigo acompanhará o aviso e aparecerá ao longo dos comentários.

Não ficou claro, porém, como será possível atestar como verdadeiros tanto a denúncia de determinados usuários como aquilo que eles vão considerar reportagens de “veículos de comunicação confiáveis”.

A Yelp não esclarece como enfrentará o risco de ações coordenadas de perseguição contra estabelecimentos de brancos, latinos, asiáticos, ou até estabelecimentos geridos sob orientação religiosa cristã, judaica ou islâmica, nem se possuem mecanismos para evitar linchamento público ou até ataques físicos contra estabelecimentos rotulados de maneira equivocada ou por fruto de ação orquestrada.

Uma matéria do The Post Millennial denuncia que o grupo extremista Antifa já estaria compilando informações do aplicativo e identificando estabelecimentos que consideram pró-polícia ou anti-BLM.

O que você pensa sobre esse assunto?