Trump dá aval para Microsoft negociar a compra do TikTok

Após ameaçar banir totalmente o uso do allicativo TikTok nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump deu aval no domingo (2) para que a americana Microsoft prossiga nas negociações com a Bytedance, empresa chinesa controladora do aplicativo de vídeos.

Apesar do aval, não há garantias de que a negociação será bem sucedida. A Microsoft disse que levará as discussões com a chinesa até 15 de setembro.

“A Microsoft reconhece totalmente a importância de abordar as preocupações do presidente”, afirmou a empresa em comunicado. “Está comprometida a adquirir o TikTok, sujeito a uma revisão completa da segurança e a fornecer benefícios econômicos adequados aos Estados Unidos, incluindo ao Tesouro dos Estados Unidos”, disse o comunicado.

A administração Trump vem jogando pesado com o futuro do TikTok desde o ano passado, iniciando uma investigação sobre a empresa de vídeos, em meio a temores de que sua controladora ByteDance, de Bejing, compartilhe informações de seus usuários com o governo comunista chinês.

Riscos à segurança nacional

O secretário de Estado Mike Pompeo sugeriu no domingo (2), durante uma entrevista para Maria Bartiromo, da Fox News, que o presidente Donald Trump deve tomar medidas nos próximos dias contra “uma ampla gama de riscos à segurança nacional” que softwares ligados ao Partido Comunista Chinês representam aos EUA.

Decisão de banir TikTok

Na sexta-feira (31) o presidente Donald Trump disse a bordo do Air Force One que decidiu banir o aplicativo chinês TikTok, conforme noticiado pelo Direto da América.

“No que diz respeito ao TikTok, estamos banindo dos Estados Unidos”, disse Trump aos repórteres presentes no avião presidencial quando voltava da Flórida para Washington DC.

O que você pensa sobre esse assunto?