Trump cresce entre latinos e pode bater recorde republicano em novembro

O presidente Donald Trump, que obteve 28% do voto latino em 2016, aparece agora com 36% das intenções de voto desse grupo na mais recente pesquisa nacional divulgada pela Quinnipiac University; adesão desse eleitorado é atribuída principalmente ao desempenho da economia americana no período pré-pandemia.

O apoio crescente nesse eleitorado pode ser fundamental para garantir a vitória em estados em que Trump ganhou com pouca margem, em 2016. Entre os swing-states, a Flórida tem hoje a maior comunidade latina dos EUA e é fundamental para a eleição de qualquer presidente.

Entre as razões atribuídas ao apoio desse público, está o desempenho da economia, principalmente o menor índice de desemprego já registrado entre latinos no período pré-pandemia. A presença do presidente em comunidades latinas e até a criação de programas de estímulo econômico para essa comunidade também impulsionam a visão positiva que Trump tem nesse grupo demográfico.

A campanha de Trump estima que o presidente pode ter nessas eleições o voto de 40% do eleitorado latino, o que pode ameaçar o recorde republicano anterior, de George W. Bush, que conquistou 44% dos votos latinos, em 2004.

O que você pensa sobre esse assunto?