Trump anuncia US$ 13 bilhões para infraestrutura de Porto Rico e acena para volta da indústria farmacêutica para a ilha

A administração de Donald Trump anunciou na sexta-feira (18) que destinará US$ 13 bilhões adicionais para os esforços de reconstrução da infraestrutura de Porto Rico destruída após o furacão Maria, em 2017. Trump pretende levar parte da indústria farmacêutica hoje instalada na China para a ilha caribenha.

A governadora de Porto Rico, Wanda Vázquez Garced, twittou na manhã de sexta-feira confirmando que o diretor da Agência Federal de Gerenciamento de Emergências (FEMA), Pete Gaynor, disse a ela que US$ 13 bilhões foram aprovados. Ela agradeceu à Casa Branca e ao presidente Donald Trump.

A medida pode ajudar o desempenho eleitoral de Trump entre porto-riquenhos na Flórida, que já vem crescendo entre eleitores latinos de origem cubana e venezuelana.

O investimento de US$ 13 bilhões deve ser aplicado no sistema elétrico e educacional, disse a Casa Branca.

“O investimento federal de US$ 9,6 bilhões permitirá que a Autoridade de Energia Elétrica de Porto Rico conserte e substitua milhares de quilômetros de linhas de transmissão e distribuição, subestações elétricas, sistemas de geração de energia, prédios de escritórios e faça outras melhorias na rede. A concessão de US$ 2 bilhões para Departamento de Educação de Porto Rico se concentrará na restauração de edifícios escolares e instalações educacionais em toda a ilha”, disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany.

Volta da indústria farmacêutica para a ilha

O presidente Trump também anunciou planos para impulsionar a fabricação de produtos farmacêuticos em Porto Rico, que há anos são produzidos na China após deixarem a ilha caribenha.

“Estamos trabalhando para uma grande área de manufatura farmacêutica [em Porto Rico]”, disse Trump. “Eles tornaram impossível para [as indústrias] ficarem, então as [indústrias] iam principalmente para a China e outros países.”

A Casa Branca começou a revisar a legislação para devolver a fabricação de produtos farmacêuticos e médicos a Porto Rico no início deste ano, classificando a iniciativa de “uma questão de segurança nacional e uma questão de segurança econômica”.

O que você pensa sobre esse assunto?