RCP: Trump sobe e Biden cai em alguns estados-chave

Joe Biden perdeu terreno desde o encerramento da Convenção Nacional Democrata, é o que mostra a nova pesquisa nacional entre prováveis eleitores Rasmussen Reports divulgada semanalmente pelo instituto.

A nova pesquisa nacional por telefone e online identificou Biden com 46% de apoio entre prováveis eleitores (likely voters) contra 45% de Trump. Seis por cento (6%) preferem algum outro candidato, enquanto quatro por cento (4%) permanecem indecisos.

Há uma semana, Biden liderava por quatro pontos (48% a 44%). O ex-vice-presidente superou Trump em todas as pesquisas semanais até o momento, mas os 46% desta semana são seu nível de apoio mais baixo entre todos os levantamentos já realizados pelo Rasmussen. O presidente Donald Trump também não havia obtido mais de 45% dos votos até a última pesquisa.

A nova pesquisa aponta também Biden com 76% dos votos democratas. Trump tem o apoio de 77% dos republicanos.

Estados Decisivos

Como se sabe, o voto geral nos Estados Unidos não é utilizado para definir a escolha do presidente. A escolha é feita pela soma de degelados que cada estado possui. Para ser eleito o candidato precisa alcançar a marca de 270 delegados. Entre os 50 estados americanos, existem aqueles que tendem a votar sempre pelo candidato democrata, e outros, sempre pelo candidato republicano.

Para ilustrar, podemos dizer não há muito o que um candidato presidencial republicano possa fazer para ganhar na Califórnia, um estado tradicionalmente democrata. Assim como um candidato presidencial democrata não tem quase nenhuma chance em um estado como o Alabama, tradicionalmente republicano.

Exatamente por isso, a decisão acaba ficando por conta dos que se chamam “estados decisivos”, ou “swing states”, estados que tem como tradição oscilar entre um partido e o outro ao longo da história recente. Ou ainda, estados que costumam dar vitória a determinado partido, mas por uma margem muito pequena.

Nesse sentido é importante analisar a cada eleição os estados decisivos daquele ano, pois serão esses estados que de fato vão acabar definindo a eleição.

A partir de agora vamos começar a acompanhar a média nacional e estadual em alguns dos estados decisivos mais importantes e que já contam com pesquisas realizadas em número suficiente para acompanharmos a trajetória dos candidatos em cada um deles. Para isso, vamos utilizar o trabalho realizado pela Real Clear Politics, que consolida o resultado de diversas pesquisas nacionais e estaduais.

Média Nacional Real Clear Politics

A média nacional da Real Clear Politics, que consolida diversas pesquisas nacionais com diferentes metodologias, mostra na quarta-feira (26) uma diminuição na diferença entre Joe Biden e Donald Trump de 0,3%, e está agora em 7 pontos percencuais.

Médias Estaduais RCP em Estados Decisivos

Em alguns dos estados decisivos, Trump continua diminuindo a vantagem do seu oponente democrata. No estado do Texas, Trump, que já lidera, está aumentando aos poucos a diferença.

Wisconsin (Trump sobe / Biden cai)

Em Wisconsin, Trump subiu de 43,5% em 17 de agosto para 44,5% em 26 de agosto na média das pesquisas realizadas entre eleitores do estado. Joe Biden por outro lado caiu de 50% para 48% nas mesmas datas. A diferença no estado agora é de apenas 3,5% a favor de Joe Biden.

Flórida (Trump estável / Biden cai)

Na Flórida, Trump continuou com 45,3% em 26 de agosto, mesmo patamar de 17 de agosto. Joe Biden caiu de 50,3% em 17 de agosto para 49% em 26 de agosto. A diferença entre os dois candidatos está agora em 3,7% a favor de Joe Biden.

Pensilvânia (Trump sobe / Biden sobe)

Na Pensilvânia, Trump subiu de 43,3% em 17 de agosto para 44,3% em 26 de agosto. Joe Biden oscilou para cima de 49,7% para 49,8%. A diferença entre os dois está agora em 5,5% a favor de Biden.

Carolina do Norte (Trump cai / Biden sobe)

Na Carolina do Norte, após uma forte queda de Biden e subida de Trump, os dois candidatos aparecem em 26 de agosto totalmente empatados com 46,5%. Em 17 de agosto, Trump tinha 47% e Joe Biden 46,4%.

Michigan (Trump sobe / Biden sobe)

Em Michigan, os dois candidatos aparecem bem distantes. Donald Trump que registrava 42% em 17/08, oscilou positivamente para 42,3% em 26/08. Joe Biden tinha 48,7% e agora subiu para 49,3% A diferença entre os dois está agora em 7% a favor de Joe Biden.

Texas (Trump sobe / Biden cai)

No Texas, Donald Trump vem ampliando a vantagem. Os últimos dados do estado são de 17 de agosto, portanto, comparando com a segunda-feira anterior, Trump subiu de 46,3% em 10 de agosto para 46,8% em 17 de agosto. Joe Biden caiu de 44,3% para 43,3% nas mesmas datas.

Alguns outros estados importantes foram deixados de fora dessa compilação por falta de dados suficientes para estabelecer a média, o que deve mudar com novas pesquisas que serão publicadas nas próximas semanas.

O que você pensa sobre esse assunto?