EUA sancionam mais dois chineses por violação de direitos humanos em Xinjiang

Em 9 de julho de 2020, os Estados Unidos designaram Chen Quanguo, o atual primeiro secretário do Corpo de Produção e Construção de Xinjiang (XPCC), uma organização paramilitar subordinada ao PCC, por sua conexão com graves abusos dos direitos humanos em Xinjiang. Após sua chegada à região, Chen Quanguo começou a implementar um programa abrangente de vigilância, detenção e doutrinação em Xinjiang, visando os uigures e membros de outras minorias étnicas. O XPCC esteve diretamente envolvido na implementação dessas medidas. Na sexta-feira (31), os EUA impuseram sanções ao XPCC.

Os EUA também sancionaram na sexta-feira (31) Sun Jinlong, ex-secretário do Partido da XPCC, e Peng Jiarui, vice-secretário do partido e comandante do XPCC. Eles foram designados de acordo com a Ordem Executiva 13818, que se baseia e implementa a Lei Global de Responsabilidade pelos Direitos Humanos Magnitsky. Essas ações também restringirão a capacidade de Sun Jinlong e Peng Jiarui de viajarem para os Estados Unidos.

As designações de hoje são a mais recente ação do governo dos EUA na tentativa de impedir o abuso de direitos humanos na região de Xinjiang. Em comunicado, o Departamento de Estado conclamou todos os países a se unirem aos EUA na condenação do hediondo abuso dos direitos humanos de seus próprios cidadãos pelo PCC.

Recentemente, imagens de drone de um provável campo de concentração foram disseminadas nas redes sociais.

Sanções anteriores

No dia 20 de julho, o Bureau of Industry and Security (BIS) do Departamento de Comércio dos EUA adicionou à Lista de Entidades 11 empresas chinesas envolvidas em violações e abusos dos direitos humanos na implementação da campanha de repressão da República Popular da China (RPC), detenção arbitrária em massa, trabalho forçado, coleta involuntária de dados biométricos e análises genéticas direcionadas a grupos minoritários muçulmanos da Região Autônoma de Xinjiang (XUAR), conforme noticiou o Direto da América na ocasião.

O que você pensa sobre esse assunto?