Eleitores democratas apoiam cada vez mais a confirmação de Barrett para Suprema Corte, diz pesquisa

Senadores de oposição e a própria campanha presidencial democrata estão indo pelo caminho errado quando o assunto é a confirmação de Amy Coney Barrett para a cadeira vacante da Suprema Corte americana, uma vez que até eleitores democratas demonstram cada vez mais apoio à juíza indicada por Trump, ao menos é o que mostra uma nova pesquisa Morning Consult/Politico.

A proporção de eleitores que disseram que o Senado deveria rejeitar a indicação de Amy Coney Barrett para a Suprema Corte americana caiu 3 pontos, para 31 por cento, em relação à pesquisa realizada em 26 de setembro. Ambas as pesquisas foram conduzidas entre cerca de 2.000 eleitores registrados cada, com margem de erro de 2 pontos.

77% dos eleitores do Partido Republicano apóiam a confirmação de Barrett, 6 pontos a mais que no mês passado.

Entre os independentes, a parcela que disse que ela deveria ser confirmada aumentou 8 pontos, para 36 por cento.

A parcela de eleitores democratas que disseram que ela deveria ser confirmada aumentou 10 pontos, para 24 por cento.

43% disseram que o Senado deveria votar na confirmação de Barrett o mais rápido possível, independentemente do vencedor da eleição de 2020, 4 pontos acima desde o anúncio de Trump, enquanto 37 por cento disseram que o Senado só deve votar pela confirmação de Barrett se Trump vencer a eleição presidencial, 3 pontos a menos em comparação com o último levantamento.

Até mesmo os eleitores democratas suavizaram sua oposição à confirmação de Barrett: a pesquisa atual revelou que 59 por cento disseram que o Senado deveria esperar para ver quem ganha as eleições, em comparação com 79 por cento que disseram, logo após a morte de Ginsburg, que somente o vencedor da eleição deveria escolher o próximo juiz .

O que você pensa sobre esse assunto?