Dois são mortos na terceira noite de caos em Kenosha

A polícia de Kenosha, Wisconsin, confirmou que três pessoas foram baleadas, duas delas mortas, na noite de terça-feira (25), enquanto o caos tomava conta da cidade pela terceira noite consecutiva.

A polícia disse que os investigadores estavam cientes de vídeos relacionados ao tiroteio que circulavam nas redes sociais, mas que não revelariam nenhum detalhe da investigação.

Em um dos vídeos que circulam pelas redes, um homem armado com fuzil que parecia estar protegendo prédios dos atos criminosos em Kenosha foi perseguido por membros Antifa/Black Lives Matter também armados. Caído no chão, o homem revidou com disparos que teriam matado ao menos um.

Em outro vídeo (provavelmente antes do episódio) o atirador aparece próximo dos policiais, que lhe oferecem o que parece ser uma garrafa de água – jogada por cima do blindado.

As imagens dão a entender que o homem, por estar sozinho no momento do ataque, pode ter sido vítima de uma emboscada por parte dos extremistas, tendo que se defender do ataque, uma vez que aparentemente ao menos um dos extremistas estava armado com uma pistola (tweet abaixo).

Três noites de destruição

A noite de terça-feira foi a terceira em que grupos de extrema esquerda foram às ruas em ações que estão devastando a cidade. Ao longo desse tempo, estabelecimentos comerciais, lojas de carros e prédios históricos foram totalmente incendiados e destruídos pelos criminosos. Até mesmo o prédio do Departamento Correcional da cidade foi completamente incendiado.

Uma concessionária de veículos teve todos seus veículos incendiados por membros do Antifa e Black Lives Matter na noite de domingo.

Ajuda federal recusada

A polícia local está atuando há dias noites com o apoio de um efetivo da Guarda Nacional. O aparato, porém, tem se mostrado incapaz de conter o nível de violência dos criminosos.

A Casa Branca, segundo o chefe de gabinete Mark Meadows, ofereceu forças adicionais, porém a oferta teria sido recusada pelo governador democrata Tony Evers.

A origem do caos em Kenosha

O tiroteio ocorreu durante atos de extrema violência e destruição em Kenosha promovidos por membros dos grupos extremistas Antifa e Black Lives Matter pela terceira noite consecutiva depois que policiais da cidade atiraram nas costas de Jacob Blake, um homem negro de 29 anos, durante o atendimento de uma ocorrência, no domingo (23).

No vídeo que circulou pelas redes sociais, é possível ver os policiais repetidamente dando ordens para Blake se render, enquanto desobedecia e caminhava em direção ao seu carro. Ao entrar no carro, o homem foi baleado sete vezes. Não se sabe ainda se Blake tentava pegar uma arma dentro do veículo.

Blake sobreviveu mas ainda está internado no hospital.

O que você pensa sobre esse assunto?