Bill Clinton esteve em ilha de Epstein com outras duas meninas, diz mulher em documentos revelados

Em documentos recentemente divulgados pela Justiça envolvendo o pedófilo morto Jeffrey Epstein e sua suposta cúmplice Ghislaine Maxwell, uma mulher chamada Virginia Giuffre, que acusou publicamente Epstein de tráfico sexual, disse que certa vez viu o ex-presidente democrata Bill Clinton na ilha de Epstein com “duas meninas jovens” de Nova York, diz a revista Newsweek.

Durante um depoimento, Guiffre foi questionada: “Você tem alguma lembrança do fato de Jeffrey Epstein ter lhe dito especificamente que ‘Bill Clinton me deve favores”?

“Sim, sim”, respondeu Guiffre. “Mas foi uma risada. Ele riu. Sabe, eu me lembro de perguntar a Jeffrey o que Bill Clinton estava fazendo aqui [na ilha de Epstein], e ele riu e disse que ‘me deve favores'”.

Jack Scarola, advogado que interrogou Guiffre, então perguntou se alguma vez ela estava presente com Epstein e Clinton na ilha.

“Ghislane, Emmy [outra garota que supostamente ia com frequência na casa de Epstein], e havia duas meninas que eu pude identificar. Eu nunca as conheci bem de qualquer maneira. Eram apenas duas meninas de Nova York”, respondeu Guiffre, e disseram que estavam todos na casa de Epstein na ilha.

Em comunicado enviado à Newsweek , um porta-voz de Clinton negou a alegação, dizendo que “nunca esteve em Little St. James Island”. A mesma alegação já havia sido feita por representantes de Clinton em 2019.

O que você pensa sobre esse assunto?