Personagem-chave em denúncias contra Bidens diz que vai ao Senado entregar provas

Tony Bobulinski, ex-parceiro de negócios de Hunter, copiado em e-mails revelados pelo jornal New York Post que tratavam de supostos negócios entre a família Biden e a China – quando Joe Biden era vice-presidente – afirma que o “big guy” que aparece nos e-mails como beneficiário de “10%” via ‘H’ é Joe Biden e que ‘H’ é Hunter Biden e que tem como provar.

Giuliani revela supostas mensagens entre Hunter e Joe Biden que envolveriam menina de 14 anos

Rudy Giuliani revelou na terça-feira (20) em uma entrevista para a emissora Newsmax o que seriam mensagens de texto trocadas entre Hunter Biden e seu pai, Joe Biden, identificado na troca de mensagens como ‘Junior’.

Diretor do DNI diz que caso sobre e-mails de Hunter Biden não tem relação com desinformação russa

O Diretor da Inteligência Nacional, John Ratcliffe, disse na segunda-feira (19) que o caso envolvendo o laptop de Hunter Biden “não faz parte de nenhuma campanha de desinformação russa”; suspeita foi levantada pelo presidente do Comitê de Inteligência da Câmara, Adam Schiff (D-CA).

Hunter Biden: Pessoa envolvida em conversa confirma veracidade de e-mails, diz Fox News

Uma das pessoas em um tópico de e-mail supostamente envolvendo Hunter Biden corroborou a veracidade das mensagens, que parecem delinear um pagamento para o ex-vice-presidente Joe Biden como parte de um acordo com uma empresa de energia chinesa. É o que diz a Fox News.

Twitter proíbe divulgação de notícia sobre filho de Joe Biden; CEO culpa área de comunicação

O Twitter proibiu na quarta-feira (14) que qualquer usuário publicasse na rede social uma reportagem de um dos maiores jornais dos Estados Unidos, o New York Post, sobre o filho do candidato democrata Joe Biden, Hunter Biden. O Facebook também anunciou que censuraria a matéria, neste caso, diminuindo o alcance … Ler a Publicação

Senado acusa Hunter Biden de receber US$ 3,5 milhões de esposa de ex-prefeito de Moscou

Um relatório de duas comissões do senado americano implica Hunter Biden, filho do candidato democrata à presidência Joe Biden, em uma série de acontecimentos envolvendo a Ucrânia, Rússia, e até a China, como o recebimento de milhões de dólares da esposa do ex-prefeito de Moscou, pagamentos à mulheres aparentemente ligadas à uma rede de prostituição e até associação com chineses ligados ao Partido Comunista Chinês.