Adolescente é preso como mentor de hack que roubou US$100 mil via Twitter

Um adolescente da Flórida foi preso acusado de ser o “mentor” por trás de um ataque hacker que violou diversas contas de personalidades no Twitter para propagação de um golpe que extorquiu Bitcoins de usuários de todo mundo no último dia 15 de julho.

Além do adolescente, um britânico e outro homem também foram presos. Os hackers enviaram tweets falsos no dia 15 de julho pelas contas de Barack Obama, Joe Biden, Mike Bloomberg e vários bilionários de tecnologia, incluindo o CEO da Amazon, Jeff Bezos, o co-fundador da Microsoft Bill Gates e o CEO da Tesla Elon Musk. As celebridades Kanye West e sua esposa, Kim Kardashian West, também foram hackeadas.

Nos tweets os hackers prometiam devolver o dobro dos Bitcoins recebidos de pessoas que enviassem um valor para uma carteira de cripto moeda. Os tweets pareciam ser uma espécie de ação altruísta das personalidades envolvidas. Ao todo, os hackers roubaram mais de US$ 100 mil de pessoas do mundo todo.

O garoto de 17 anos foi preso na sexta-feira em Tampa, onde a promotoria de Hillsborough processará o caso. Ele enfrenta 30 acusações criminais, de acordo com um comunicado de imprensa. Enquanto isso, Mason Sheppard, 19, de Bognor Regis, Reino Unido, e Nima Fazeli, 22, de Orlando, foram acusados no tribunal federal da Califórnia.

“Existe uma falsa crença na comunidade de hackers criminosos de que ataques como o hack do Twitter podem ser cometidos de forma anônima e sem conseqüências”, disse o promotor David L. Anderson do Distrito Norte da Califórnia em um comunicado à imprensa. “O anúncio das acusações de hoje demonstra que a alegria de hackers nefastos em um ambiente seguro por diversão ou lucro terá vida curta”.

O que você pensa sobre esse assunto?